segunda-feira

ABUSOS VOCAIS

Mais de 97% dos problemas vocais estão relacionados, diretamente, aos ABUSOS VOCAIS.
São usos inadequados da voz, provocados por quem a utiliza.
A projeção vocal no espaço aéreo, seja em intensidade aumentada ou reduzida, deve ser feita sem que a pessoa faça qualquer tipo de força ou esforço na garganta ou, sinta qualquer tipo de fadiga após o uso da voz.

Entre os exemplos de ABUSOS VOCAIS temos:
Gritos.
Falar regularmente em tom agudo ou grave demais para a tessitura, ao invez do tom mediano.
Utilizar a voz em ambientes insalubres, pleno de poluentes aéreos, com partículas de poeira, pó químico industrial, ou, simplesmente, ter contacto constante com a poluição ambiental, inalando a "fumaça preta" que sai dos veículos com motor desregulado.
Conversar fazendo competição sonora com o ambiente para se fazer ouvir, como na rua das grandes cidades ou nas baladas.
Uso da voz em ambiente com ar condicionado, diariamente ou repetitivamente.
Tomar bebidas extremamente geladas ou quentes, fazendo um choque térmico com a temperatura corporal; etc.
Estes e muitos outros exemplos fazem parte do universo da origem dos problemas vocais, dos mais simples aos mais comprometedores.
Uma voz que comete algum destes ABUSOS, acima exemplificados, pode adquirir fendas ou nódulos (calos), que são tratáveis com fonoterapia, mas também cistos ou poliposes vocais terríveis, que, muito provavelmente, só serão removidos com cirurgia. E depois de uma cirurgia de voz, ela, dificilmente, voltará ao que era antes.
Se depender de nós, mantenhamos nossas vozes saudáveis! Afinal é o nosso instrumento natural, que nos é mais o caro de todos!

JACQUELINE TRINDADE VIEIRA
Fonoaudióloga
CRFa 7067-RJ
Email: jac.vie@gmail.com Posted by Picasa

5 Comentários:

Blogger JesusRocks disse...

Jacqy. Andas desaparecida do Orkut... beijocas ****

09 dezembro, 2005 10:26  
Anonymous Anônimo disse...

È uma verdade verdadeira essa do abuso voval, é bastante perigoso também criar um nódulo e ter de remove-lo com cirurgia!
Eu por exemplo tenho um pouco de medo disso já que uma vez eu cheguei a cuspir sangue de tanto cantar (não, não sou o Paul Stanley do Kiss não)
Achei esse assunto deveras interessante!

22 dezembro, 2005 12:11  
Anonymous Denise disse...

Também achei muito válido. CAnto do Ministério de Louvor de minha igreja, mas sou professora durante a semana, num ambiente que tem ar-condicionado. É bem complicado pra mim não cometer abusos vocais.

01 janeiro, 2006 17:47  
Anonymous Alexander disse...

Eu abusava, teve até uma vez em que eu cantei até cuspir sangue, não tentem isso em casa crianças, basta dar ouvidos aos conselhos da Cintia que isso nunca acontecerá com você!
Até mais!

28 março, 2006 20:54  
Anonymous Anônimo disse...

oi Cíntia... te conheci através da Jacqueline no orkut, mas agora me bateu uma dúvida....... A Jacqueline é só doutora em fono ou é tb musicóloga (se é q este termo é o correto)?

vou precisar perguntar pra ela!!!!!!

Geisson

18 janeiro, 2007 18:15  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial

Google
 
Democracy Now! | Web Banners