domingo

VOZ DE PEITO E VOZ DE CABEÇA

. Posted by Hello

A voz de peito é predominantemente de caráter masculino, enquanto que a de cabeça é de abrangência feminina.
O que não significa que homens não consigam atingir a voz de cabeça e nem que as mulheres não registrem a voz de peito.
Na voz cantada até os baixos (os mais graves do gênero masculino) alcançam voz de cabeça em seus tons mais agudos e, os barítonos e tenores o fazem com mais facilidade, por serem, naturalmente, menos graves.
As sopranos (as mais agudas do gênero feminino) também chegam a voz de peito se trabalharem nos extremos de seus tons mais graves.
As mezzos e as contraltos atingem-nos com maior facilidade.
Como todos os tipos de vozes tem notas graves, médias e agudas, devemos fazer estas considerações.
MAS, AFINAL, O QUE QUER DIZER VOZ DE PEITO E DE CABEÇA?Na emissão de peito sentimos a VIBRAÇÃO SONORA no peito (se colocar a mão no peito você pode sentir), enquanto que na voz de cabeça, sentimos a ressonância do som na cabeça.
As pessoas que não estão acostumadas ou condicionadas à voz de cabeça (tons agudos e agudíssimos) até sentem uma leve tontura e até dor de cabeça.
CONCLUSÃO: A prática ensina e exercita a colocação da voz de peito e cabeça na "caixa" de ressonância adequada (ressonador).
JACQUELINE TRINDADE VIEIRA
Fonoaudióloga
Niterói-RJ
Especialidade: voz falada (disfonias, afonias, oratória e estética vocal)
jac.vie@gmail.com
Confira as dicas da Jacqueline neste blog regularmente!!!

32 Comentários:

Blogger JesusRocks disse...

Já agora permitam-me complementar esta informação:

- um baixo típico transita da voz de peito para a voz de cabeça do Dó#4 (logo acima do Dó central) para o Ré4;

- um barítono típico transita de um registo para o outro do Ré#4 para o Mi4;

- um tenor do Fá4 para o Fá#4;

- uma contralto do Dó#5 para o Ré5;

- uma alto ou mezzosoprano do Ré#5 para o Mi5;

- uma soprano do Fá5 para o Fá#5.

Para além da transição da voz de peito para a voz de cabeça (na verdade é de voz média para voz de cabeça) existem mais duas transições ou pontes.

Uma anterior que é da voz de peito para a voz média e a outra, nos casos dos tenores e nas alto, mezzosoprano, e soprano a transição da voz de cabeça para os super-agudos, que também ressoam na cabeça mas têm uma interpolação diferente nas cordas vocais.

Beijocas e boas bloguices. ****

16 maio, 2005 20:09  
Anonymous AlexandreAlencar disse...

Oi Cíntia!
Olha só... Você já ouviu falar do Belting e do Speaking voice? Se sim... qual é a diferença?!
Outra coisa!
Os ressonadores Etinoidais...como eu faço pra colocar a voz lá?!?!?! (olha que eu ainda nem falei do frontal, mas se eu conseguir colocar nos etinoidais eu vou perguntar o frontal)...
Eu penso que coloco ela bem nos paranasais, porque eu sentia muita cócega no nariz, mas agora que acostumei não sinto mais, mas eu percebo quando tá colocada (meu profeesor de canto me ajudou com vocalizes usando o "i" e o "u"), mas a voz fica com muito metal e às vezes eu queria uma coisa mais suave, menos pesada...só que aí ela fica cheia de ar!!! Eu posso com isso!!!! :^P

É isso!!! Bjusss!
AlexandreAlencar

26 julho, 2005 10:58  
Blogger Cintia Scola disse...

Alexandre..
Eu ensino no meu curso o apôio que chamamos Belting.É aquele que você não contrai o abdomem.Pelo contrário.Deixa o abdomem estufado como ficou com a inspiração e aplica uma pressão interna semelhante a que fazemos quando vamos fazer cocô (ahahahahahhahh).É isso mesmo!!
Usamos esse apôio para sustentar notas longas e frases também longas sem pausa pra respirar.
Sobre o Speaking, eu não conheço.Não posso comentar.Se você puder dar uma dica desse apôio, eu gostaria muito de saber à respeito.
Um abração e um beijão!!
Cíntia Scola

29 julho, 2005 18:55  
Anonymous AlexandreAlencar disse...

Eu te explicar!! Quem dera... eu vou perguntar pra mais gente e se eu tiver uma lus eu posto sim!!...
Eu aprendi a fazer esse apoio!...só não sabia que esse era o tal do "belting"... meu professor me disse pra nos agudos retrair o abdomên, é melhor mesmo? ou é melhor eu manter o apoio?..

E os ressonadores?
Etinoidais, como eu uso e como eu sei que tow colocando a voz lá!!??!?
BJUUUUUU!

30 julho, 2005 10:08  
Anonymous Anônimo disse...

luz com "s" mata aos poucos.... :^S
abdomên!!!!!AFFF....O que se passa comigo!!!!

30 julho, 2005 10:13  
Anonymous Anônimo disse...

Tendo aulas de tecnica vocal com uma professora que estava fazendo mestrado nos EUA há três anos atrás já me disse que as denominações VOZ DE PEITO E VOZ DE CABEÇA na verdade eram equivocadas. Preferia-se usar registro GRAVE e AGUDO...e que o peito não era uma caixa de ressonância tão eficaz como se prega..porque o som era totalmente absorvido pelos pulmões e ensinou também que as únicas caixas de ressonância eram cavidsade bucal laringe...concordo porque eu consigo meus graves e agudos colocando-os na ressonância da "máscara", sempre! Se o peito vibra é uma consequência...

24 setembro, 2007 16:58  
Anonymous Anônimo disse...

Nossa anonimo!!!
como vc é bom!!! sabe tudo sobre canto, né???
To impressionado!
Baixa a bola, nego!

21 novembro, 2007 20:11  
Anonymous Fausto Caetano disse...

Cuidar da voz faz bem pra vida e cantar pra alma
Então cuide bem deste dom inexplicável que DEUS nos deu
Fale e cante com consciência e respeito.
Saúde e bem estar em 1º lugar
Sem humildade ninguém pode alcançar grandes objetivos... a técnica é algo extremamente particular, os grandes músicos sempre são diferente de todos. Pois encontraram a sua maneira de vencer suas próprias barreiras, cabe ao professor não ensinar a técnica que aprendeu no exterior ou onde quer que seja (em 1º lugar) mas sim descobrir quais requisitos servem ao aluno. é mais um trabalho de pesquisa do que transferência de conhecimento se não todos poderiam aprender canto somente com livros ou apostilas. A grande maravilha da humanidade... Somos únicos!

16 abril, 2008 00:35  
Blogger Jornal da Assembléia disse...

Cintia Scola,
Sou Baixo, e na igreja onde congrego formei um coral há um ano e meio com ensaios duas vezes por semana, e depois que comecei ele, como todos os outros integrantes eram completamente leigos no assunto, tive de adaptar a minha voz as outras três, hoje em dia com a minha voz normal canto do Sol1 até o Sol3 e afinando a voz para ensinar os sopranos e contraltos alcanço do La2 ao Sol4. Isso pode trazer algum prejuízo para minha voz com o tempo?
Abraços.

20 agosto, 2008 08:45  
Blogger Bia disse...

Eu achei muito interessnte, mas também fiquei em duvida sobre a utilidade de voz de peito. Minha preparadora vocal desaconselha o uso da voz de peito, e diz que mesmo a voz mais grave deve ser jogada para a caixa de ressonancia na cabeça.
Então, fico me perguntando, em que tipo de canto se deve utilizar a voz de peito, e como.

28 agosto, 2008 23:14  
Blogger Bia disse...

Eu achei muito interessnte, mas também fiquei em duvida sobre a utilidade de voz de peito. Minha preparadora vocal desaconselha o uso da voz de peito, e diz que mesmo a voz mais grave deve ser jogada para a caixa de ressonancia na cabeça.
Então, fico me perguntando, em que tipo de canto se deve utilizar a voz de peito, e como.

28 agosto, 2008 23:32  
Blogger Junior_Boladao disse...

Gente pelo oque eu to lendo e vii, voces entendem mesmo de música. Bom eu nasci e fui criado na música, embora eu ainda tenha 14 anos eu amo cantar na minha igreja . Lá eu tenho um quarteto, ou seja faço o segundo tenor , mas eu tenho uma duvida crucial, sei que minha voz não é muito apta para primeiro tenor mas eu queria saber se existe ou não uma técnica vocal para que as pessoas consigam dar agudos surpreendentes como leonardo gonsalvez , david phelps, enfim, e se existe qual técnica é essa e se voces podiam me ensinar.
tenho 8 anos de pianoo sou afinado graças a isso, sou musico também toco flauta transversa, e preciso da ajuda de voces . espero que respomdam ; Obrigado.

01 outubro, 2008 15:02  
Anonymous tiago robson disse...

oi sintia, meu nome é tiago sou Adventista, eu queria que po gentileza voce me enviasse um material sobre o aperfeiçoamento do agudo é... minha extenção vocal vai G2 a C4 só que não consigo cantar usando o maximo da minha extenção peço que por gentileza me ajude. desde já agradeço. meu email é: tiago.robson@yahoo.com.br

17 março, 2009 07:55  
Anonymous cris avelar disse...

Alguma se sobressai a outra? alguma é mais bonita q outra?
alguma é mais valorizada que outra?
pq sempre cantei com voz de cabeça e pelo q vejo hj se valoriza mais a de peito, acho q pela influencia baiana, ms particularmente ainda prefiro a de cabeça.
alguem tem uma consideraçao?

31 março, 2009 00:47  
Anonymous Anônimo disse...

Olá galera !!!!
canto profissionalmente a 3 anos...com os estudos e vocalizes percebi que minha voz (em voz plena) vai do La 2 ao Sol 4,Sol# 4, Lá 4(naturalmente)...Lá# 4(com muita concentração),porem, quando estou cantando durante um show e tenho que atingir o Lá 4 tenho muita difículdade.Se alguem tiver uma dica, por favor poste para mim...OBRIGADO !!!

01 abril, 2009 13:06  
Anonymous Anônimo disse...

Se alguém se mete a cantar, tem que estudar de tudo - a começar pela Língua Portuguesa... (há erros absurdos nos textos - andam estuprando o nosso Português!!!).

28 julho, 2009 07:31  
Blogger Jonny disse...

Olá, a Todos eu tenho dezesseis anos, e só a poco tempo eu descobri que em voz plena atingia do Mi1 até o Mi4, porém ao cantar, sinto dificuldade grande em atingir notas tao baixas, ou seja, facilitando cantar do A1 ao D4, mas já percebi que aguentei fazer o G#4, mas sem a mesma intensidade de uma nota aguda como o D4, pediria por favor a ajuda de algum de vocês, visto que todos entendem bastante do assunto, pra mi dizer qual seria minha classificação vocal!!!
E utlizando o falsete eu consegui atongir notas do A4 ao C6,(naum conta muito, pois não faz parte da tessitura) porém gostaria desta ajuda de saber minha classificação!!
Obrigado!!
Beijos e Abraços!!!

14 dezembro, 2009 15:48  
Blogger Victor Cantuário disse...

Oi Cíntia, instrutivo o blog. Minha dúvida é a seguinte: há um efeito que tenho reparado que alguns vocalistas utilizam, às vezes ao exagero, modificando a voz levemente, passando de um tom ao outro. Para exemplificar melhor, de cara, recordo André Matos, ex-vocalista da banda Angra que na música Queen of the Night do EP Freedom Call utiliza esse efeito, logo no início, no verso seguinte "Caught ourselves pretending our frustations
Were gone", justamente quando pronuncia "were gone". Você poderia me dizer qual o nome desse efeito? Obrigado.

20 janeiro, 2010 17:23  
Blogger Leonardo disse...

Eu gostaria de saber uma noçao de onde ficam essas notas que voce cita na postagem no violao. Por exemplo onde ficaria o DO4 no violao? Por que eu nao tenho teclado e gostaria de saber mais ou menos onde se encontra a minha voz dentro dessas oitavas. Mais por curiosidade de saber "qual é a minha voz" rsrs

01 abril, 2010 00:19  
Anonymous Washington Carolino disse...

Ola Cinthia,
Sou instrututor de canto popular a 6 anos.
Ensino tecnicas basicas (respiracao, vibrato, divisao de vozes, falsete, yodeling, conducao vocal etc... mais popular).

E tenho algumas duvidas concernente ao conceito Erudito quanto a tecnica vocal.
Se puder me ajudar, em alguma delas... Agradeco.

Muitos falam da Bendita voz de cabeca... Eu Sou Tenor na clkassificacao popular Alcanco do Fa1 ate o Si3 em voz plena impostada, porem apartir desse registro tenho uma enorme facilidade em usar falsete com colocacao lirica alcancado tranquilamente o Do5 e ate mais com esse altificil tecnico, meu professor me classificou como Tenor2, e o outro professor antigo como Contratenor leggero.
Poderia me ajudar?
Parabens pelo seu trabalho e grato pela atencao.

13 maio, 2010 16:58  
Blogger Stanley-Maranata disse...

olá cíntia, desde já parabéns pelo blog! o meu problema é que na cidade num tem um professor bom de canto, a minha dúvida é a seguinte: minha extenção vocal (com falsete é sol2-ré6)e não é pra dizer que eu estou cantando na oitava errada não ta tudo certinho. e a questão é, no falsete eu tenho muuuita facilidade, mas quando eu vou cantar de peito eu fico com medo, pq muita gente diz que eu canto muito alto e é verdade, e quando eu vou atingir tons altos de peito, fica meio expremido, tem alguma técnica pra mim estudar e melhorar isso? e masi uma coisa, com essa extenção, que tipo de tenor eu sou?

29 maio, 2010 18:32  
Anonymous KakoLiima disse...

Falando em sentir tontura ...
Eu sou baritono ou 2° tenor (sei lá). Quando eu canto muito agudo sinto tontura pelo fato da voz está na cabeça .. Como posso resolver esse probleminha ? desde já agradeço :D

18 setembro, 2010 18:18  
Blogger Cintia Scola disse...

ola!
sobre sentir tontura quando canta agudos...eu diria que voce precisa trabalhar sua respiraçao e apoio diafragmatico pra que consiga cantar com plenitude..isso fara com que a tontura desapareça.
abraços!
cintia scola

20 setembro, 2010 19:21  
Blogger Liinacullen , O garoto do blog (?).. disse...

ola cintia
bom o timbre da minha voz e o 1° tenor ai no caso eu consigo atingir agudos perfeitos , mais no meu caso eu nao consigo atingir os agudos e quando atinjo que e muito alto , tipo oitavar parece ate que minha garganta vai pular , mais o incrivel disso e que minhas veias do pescoço nao sao aparentes de jeito nenhun ai no caso eu to cantando do jeito serto ou do errado, como eu posso resolver esse probleminha e deixa meu agudo mais desenvolvido ?

13 dezembro, 2010 16:31  
Blogger Cintia Scola disse...

ola Linacullen!
voce precisa com urgencia trabalhar seu apoio diafragmatico ou tera problemas vocais muito em breve.
Esse desconforto todo que voce sente ao fazer os agudos é o sinal que algo esta muito errado e no caso, é o apoio, que é inexistente.
Trabalhe isso com um bom professor de canto, ok e boa sorte!!

13 dezembro, 2010 17:21  
Anonymous Renam Pablo disse...

Gente, queria saber qual tipo de voz teria eu, pois desde a infancia sempre tive a voz fina e aguda, hoje ela não é mais fina, tenho já 18 anos. Sempre cantei músicas de mulheres com facilidade, Cristina Mel, Ana Paula Valadão e Cassiane, por exemplo, hoje, além dessas, Kari Jobe e Darlene Zschech. Não existe uma canção do Diante do trono ou do Hillsong cantadas por Ana e Darlene que eu não consiga cantar. Já quando é hora de cantar Davi Sacer, Luíz Arcanjo, por exemplo, sinto muito alto e baixo para segunda voz ou terceira. Que voz teria eu, além de tenor?

23 junho, 2011 00:38  
Anonymous Anônimo disse...

Oi,cintia,eu tenho algumas duvidas sobre a minha voz(eu nao faco aulas de canto ainda),a voz de peito eu consigo fazer la com facilidade,porem,sai muito alto,e a voz de cabeca eu consigo fazer do G#2 a G#7,porem eu ainda tenho algumas dificuldades para alcancar notas como E7 por exemplo,,eu nao faco aulas de canto mas vou fazer,mas sempre estudo sobre a musica so na teoria.(A minha voz é contralto e soprano).A minha duvida é isso pode se tornar algum problema ou nao.

12 agosto, 2011 09:40  
Anonymous Anônimo disse...

e pra quem canta anasalado??

eu antes coseguia manter a voz de peito até sol4 eu acho, mas depois que comecei a imitar um cantor que canta anasalado acho que minha voz começou a subir pra cabeça em ré4 o.0'
o que faço numa situação dessa?? Meu medo é continuar assim e cair no falsete numa nota que antes eu alcançava normalmente. HELP!!!

17 março, 2012 17:46  
Blogger Cintia Scola disse...

Ola,
voce com certeza esta impostando de forma incorreta para conseguir imitar o cantor.
Primeira coisa..pare de imitar o tal cantor. Voce provavelmente tem uma voz interessante e conseguira otimas performances sendo voce mesmo.
Segundo, procure um professor de canto e trabalhe sua impostaçao e os possiveis problemas que voce adquiriu.
Desejo muita sorte pra voce!!
abraços,
Cintia Scola

17 março, 2012 20:40  
Anonymous Aline disse...

Que tontura, que nada! Até ontem só cantava na cabeça (pq eu era sempre backing), porém vou apresentar uma canção daqui uma semana e eu sou a líder vocal. Adivinha? Tem que ser peito... Um dos comentários cita que o uso do peito não é aconselhável. Pra mim é uma guerra mesmo... Estou treinando o máximo possível pra não fazer feio. Jesus, me ajuda a não pagar mico.........

30 agosto, 2012 06:07  
Anonymous Roberta disse...

Olá Cíntia,

Sou tradutora e estou trabalhando com texto sobre canto e vozes. Vc poderia me passar o nome do termo "ponte" que transita a voz do peito para a voz da cabeça? Em inglês a chamam de pressagio.
Belting Whaling, vcs chamam somente de Belting mesmo?
E range? traduzi como arranjo mas vendo no seu blog seria extensão. Muitíssimo obrigada desde já por alguma luz na minha tradução. Roberta

24 março, 2013 02:00  
Anonymous Anônimo disse...

ooi cinthia eu queria dizer que chego ao -e2 e vou ao G8 bom com muito esforco mais consigo bjus,,,

14 junho, 2013 23:44  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início

Google
 
Democracy Now! | Web Banners